Havemus Holodeck!

A equipe da University of Southern California apresenta o 1º sistema de jogo holodeck.

Desde que foi visto pela primeira vez em Star Trek: A Nova Generação, todos nós sabíamos que, de alguma maneira, algum dia, se tornaria o auge da arte e entretenimento. Ele pode vir a ameaçar toda a nossa sociedade, (ver O Veldt de Ray Bradbury, ou qualquer outro episódio envolvendo holodeck), mas por [entidade de sua preferência], nós simplesmente não podemos descansar até chegarmos a nossa holodeck. Enquanto a capacidade de gerar hologramas, em si, é bastante limitado, uma equipe da University of Southern California está usando uma combinação única de tecnologias de jogo para projetar o deck, parte da equação. Mas a melhor parte? É tudo para jogar videogames!

"O objetivo do projeto é trazer Holodeck de 360° 6-DOF, realidade virtual de corpo inteiro, pra fora do laboratório de pesquisa e em uma divertida plataforma de jogo, acessível ao consumidor", disse o produtor James Iliff. Combinando um fone de ouvido Rift Oculus para retorno de vídeo, um PlayStation Move para o rastreamento da cabeça, e uma Hydra Razer para o rastreamento de corpo, o sistema permite aos jogadores mergulhar em um playspace simultaneamente virtual e físico.

Os princípios por trás do projeto baseiam-se na experiência de realidade virtual anterior da equipe, mas desta vez o objetivo é fazer um produto comercial que o público vá gostar. "Nós vemos o projeto Holodeck como mais uma experiência arcade, porque o espaço necessário é maior do que a média de espaço disponível na casa de um consumidor", Iliff continuou. "Pretendemos levar isso para exposições e festivais como Indiecade, Maker Faire, IGF, e outros … mas a longo prazo, também queremos atingir usuários domésticos, com um sistema mais simples para o consumidor, que pode caber confortavelmente na sala de estar."

É claro, do impressionante hardware não significa nada sem um jogo igualmente impressionante, então a equipe do Projeto Holodeck incorporou Wild Skies, um jogo para 2 jogadores, onde você e seu colega vão comandar um navio voador, no melhor estilo Spelljammer, combinado à uma plataforma proporcional ao layout do holodeck. "Ambos os jogadores devem trabalhar juntos para controlar o complicado navio e ao mesmo tempo disparando torres e canhões para se defender dos ataques dos inimigos no ar", explica Iliff. "Durante a viagem, eles visitam exóticas ilhas flutuantes e encontrar navios estranhos de speeders até pequenas armadas. Cada porto que visitam instala um novo upgrade no navio de velas mais potentes a um aríete."Wild Skies ainda apresenta um retorno venturoso(não pude perder o trocadalho) na forma de grandes ventiladores, simulando o vento como se move o seu navio ou muda a direção.

Eu nunca pensei em mim como o tipo de jogador que gosta de jogos de realidade virtual, mas tenho que admitir que eu gostaria de tentar fazer isso. Uma das maiores coisas retendo essas tecnologias é que, embora inovadora, eles tendem a falta de imersão, graças ao hardware volumosos ou controles de movimento mal projetados. Se a versão final da plataforma corrigir problemas da imersão e lançamentos com um título atraente, que só poderia ser encontrado no holodeck, todos pira, todos compra!

Fonte The Escapist.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s